Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas

Audiência com Alto Comissariado da ONU discute garimpo ilegal na Terra Indígena Yanomami

quinta-feira, 9 de setembro de 2021 / Categorias: Garimpo, Invasões em terras indígenas, Mineração, Nota, Povos indígenas, Povos indígenas do Estado de Roraima, Roraima, Terras indígenas

Foi realizada nesta quarta-feira (8) uma audiência com a Alta Comissária da ONU para Direitos Humanos, Michelle Bachelet, para tratar das violações aos direitos indígenas em razão do garimpo na Terra Indígena Yanomami, em Roraima. A reunião foi solicitada pela deputada federal Joenia Wapichana (REDE-RR), coordenadora da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas (FPMDDPI).

Joenia relatou o aumento da violência contra povos indígenas no Brasil sem que o governo federal tome providências para garantir a proteção dos povos originários. A deputada também denunciou propostas legislativas que visam acabar com direitos constitucionais de comunidades tradicionais, como o PL 490, que trata do procedimento para demarcação de terras.

Dário Kopenawa, Vice- Presidente da Hutukara Associação Yanomami (HAY), também participou da audiência e reforçou as denúncias documentadas e que já foram enviadas à ONU. Ele aproveitou para cobrar a retirada imediata de todos os garimpeiros da Terra Indígena Yanomami – uma das mais afetadas pelo garimpo ilegal no Brasil. 

Edinho Batista, Coordenador do Conselho Indígena de Roraima (CIR), informou os efeitos do garimpo ilegal refletem também nas terras indígenas Macuxi e Wapichana,que estão sendo contaminadas com água poluída. 

Bachelet ressaltou que o Alto Comissariado da ONU continuará a contribuir para que o Governo Brasileiro adote as medidas necessárias para proteger os direitos indígenas.