Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas

Frente Parlamentar Indígena realiza Ato pelo Dia da Terra

quinta-feira, 22 de abril de 2021 / Categorias: Nota, Povos indígenas

Você já se perguntou por que a preservação e o cuidado com a Terra é importante? Hoje, 22 de abril, é o Dia da Terra, tempo de pensarmos e nos conscientizarmos sobre o que pode ser feito para preservar o meio ambiente, que há tanto tempo tem sido tratado como moeda de troca por governantes e tem sofrido com poluição, queimadas e desmatamentos. 

Nesta quinta-feira (22), parlamentares, membros da sociedade civil e lideranças indígenas se uniram ao ato promovido pela Frente Parlamentar Mista dos Direitos dos Povos Indígenas (FPMDPI) com o intuito de reafirmar a importância da preservação do planeta em que vivemos.  

“Essa terra está sofrendo impactos com o comportamento humano devido aos grandes efeitos da crise climática. Essa terra é importante não somente para mim, mas para todos, para a coletividade. Não somente para nós indígenas, para os povos da Amazônia, não somente pro meu estado de Roraima, mas para todo o mundo”, disse a deputada federal e coordenadora da FPMDPI, Joenia Wapichana (Rede-RR).

Há exatos 51 anos, acontecia em algumas cidades dos Estados Unidos protestos, passeatas e discursos com o objetivo de alertar a população sobre os problemas ambientais como, por exemplo, desmatamento e o efeito estufa. O ato foi liderado pelo, à época, senador e ativista ambiental, Gaylord Nelson (1916-2005). Desde então, 22 de abril ficou marcado como Dia da Terra. 

Nos tempos atuais, onde o governo federal brasileiro trata o meio ambiente como mercadoria e fecha os olhos para todos os ataques, desmatamentos, queimadas e contaminação de rios, por exemplo, a data torna-se ainda mais emblemática. Para Pedro Ivo, representante da Associação Alternativa Terra Azul, hoje é também um dia de luto por todas as vidas perdidas devido à pandemia de covid-19 e também de resistência na preservação do meio ambiente. “É necessário reafirmar que diante da crise civilizatória mundial, da crise ambiental planetária e dessa crise sanitária é preciso lutar contra esse sistema que atua contra a vida”, disse.

Para a cantora Djuena Tikuna, do povo Ticuna, a terra é mais do que sustentabilidade, é sinônimo também de luta pela preservação. “Nos somos os filhos dessa terra. Está marcado em nossos corpos a luta pela garantia de nossos territórios, o que nos fortalece e fortalece nosso espírito guerreiro desde sempre. Pisamos no chão onde correram os nossos ancestrais. Cuidamos com a vida dessa terra, mãe de nossa existência. A nossa aldeia é o mundo, esse mundo é a nossa aldeia”, explica.   

O que é a terra? 

“Terra é justiça, dignidade e respeito”, pontuou a pesquisadora Carolina Rodrigues. “Ela é a nossa casa, é o lugar do qual tiramos todo o nosso suprimento e ela é, também, o lugar que possibilita a nossa vida e as outras formas de vida existentes”, disse a ex-senadora Marina Silva. 

“A terra é a vida, a sustentabilidade e a única possibilidade da nossa existência”, enumerou o ator Marcos Palmeira. 

“É o presente e o futuro das nossas gerações, sem ela não sobreviveremos”, reforçou Mayra Wapichana, jornalista. 

Veja a íntegra do Ato pelo Dia da Terra, promovido pela FPMDDPI: